segunda-feira, março 09, 2009

Русский

Imagine que após ser abduzido por uma nave alienígena você consiga, depois de muita diplomacia telepática, convencer o ET a te devolver para a Terra.

É razoável supor que o ET tem um mínimo de compaixão para não te arremessar em alto-mar. Porém, também é bastante razoável admitir que um alienígena encarregado de abduzir seres primitivos tem mais o que fazer do que procurar exatamente de qual "toca" ele tirou aquele bicho pálido e com apenas 4 membros. Afinal de contas, nós mesmos não devolveríamos um animal selvagem exatamente para o seu pedacinho querido de selva, quando muito o colocaríamos em liberdade e pronto.

Nesse cenário o evento mais provável (admitindo uma distribuição uniforme de probabilidade ao longo dos continentes) é que o ET te deposite no maior país da Terra, ou seja, na Rússia.

Agora imagine quão triste seria escapar de uma nave alienígena simplesmente para morrer de fome, frio e comunismo no meio de alguma estepe qualquer por não conseguir se comunicar com os camponeses do lugar. Um raciocínio elementar indica que para não correr o risco de passar por essa desgraça o melhor a fazer é ter noções básicas de russo.

Comecei sábado passado, vos manterei informados dos progressos (se houver algum progresso).

9 comentários:

Ju disse...

Isso quer dizer então que em diplomacia telepática vc fechou com A em todos os semestres... huuummm... parabéns!!

milouse disse...

hey, nem pra convidar pra companheiro de sala?

mas vai aqui um site pra te diverttir

www.translit.ru

Bruno disse...

Pô, Milouse, agora ficou muito na cara que eu peguei o curso só pra tentar falar uma estranha que você não domina (ao menos eu acho que não, hehe).

E realmente seria complicado fazer junto, por incresça que parível a sala está lotada! Eu fui um dos últimos a conseguir vaga, por sorte...

Bem interessante o site, melhor do que mandar vir um teclado de Moscou...hahaha.

Tiago disse...

Просмотр профиля!

Lucas Mendes disse...

"morrer de fome, frio e comunismo"

-- Excelente!!!

milouse disse...

eu nao tou nem aos pés do Alberto 2004;

nem da Mónica, by the way

milouse disse...

visto q vc atualiza este blog com a mesma frequencia com q eu troco a senha do meu email, poderia ao menos postar um texto com sugestoes de leituras pela internet para a manutencao del dolce farniente?

grato

Poli disse...

Seja x a probabilidade do ET te deixar na Rússia. É razoável dizer que x é proporcional a área desse país. Mas é evidente que 1-x >>>> x. Logo, a probabilidade de você NÃO cair na Rússia é bem maior do que a probabilidade de cair na Rússia. Assim, esse esforço em aprender o idioma russo é indiscutivelmente inútil. A única (boa) justificativa que sobra são as prováveis garotas bonitas na sala de aula.

Bruno disse...

Mas Poli, x_Russia > x_i, para qualquer outro país i. Então se for para aprender uma única língua, que seja o russo...

Além disso, vc deveria ter percebido que esse argumento de "deve ter garotas bonitas por alguma ligação com o leste europeu" não funciona desde que a gente sonhava com as romenas da ginástica que iriam para a Polytechnique...hahaha.