quinta-feira, dezembro 14, 2006

Carl Wilhelm Scheele

Peço a todos um segundo de atenção às moléculas de oxigênio que acabaram de entrar em seu nariz e estão em algum lugar entre a traquéia e o pulmão. Quem foi o primeiro ser humano a isolar esse simpatico gas diatômico?

Eu responderia, sem pensar muito, que foi o Lavoisier. Descobri hoje à tarde que isto está errado, foi questão do ITA de hoje e mesmo eles não colocaram o nome do descobridor certo, o britânico Joseph Priestley. Mas o grande injustiçado da história não é nem ele, é o sueco ainda mais obscuro que dá nome a este post.

O cidadão, farmacêutico e pesquisador nas horas vagas, deveria ser realmente talentoso, afinal entre seus feitos encontram-se a descoberta do cloro, do manganês, do tungstênio e de outros elementos e substâncias. Entre essas, infelizmente, o venenoso acido cianídrico.

O fraco do sueco (e todos nos temos nossos fracos, não riam dele) era experimentar seus produtos de síntese. Que atire a primeira pedra o químico que nunca sentiu vontade de dar só um golinho naquela solução misteriosa...

Morreu envenenado aos 43 anos.

Moral da história: não adianta ser um gênio se você não consegue ficar com a boca fechada quando necessário.

Um comentário:

fARMACÊUTICA QUE NÃO CONSEGUE FICAR COM A BOCA FECHADA disse...

HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA!!!!!!!!!!!!!!!