quinta-feira, maio 31, 2007

Ainda no mesmo tema...

Como não é todo dia que se ganha uma competição num programa de TV, creio que o assunto merece um segundo post.

A pessoa que deve ser realmente agradecida, antes mesmo do meu pai ou da nossa líder é um desconhecido jurado neo-zelandês corrupto. Eu explico.

Quando a FIFA foi definir o país organizador da Copa de 2006, a África do Sul despontava como franca favorita. Porém, há fortes indícios de que o comitê alemão subornou o pessoal da Nova Zelândia e, surpreendentemente, venceu a disputa por apenas um voto. E daí, pergunta-se o leitor.

Daí que eu não fiz um estágio no Chile porque não daria tempo de conciliar com a Copa na Alemanha. Daí que em não sabendo espanhol direito abandonei o projeto de fazer o estágio atual na Espanha. Daí que se eu não tivesse voltado em abril nada disso aconteceria.

Agora deixa eu fechar a janela que esse bater de asa de borboleta tá provocando um vendaval daqueles...

Um comentário:

Ju disse...

o SE não existe!!!