terça-feira, fevereiro 27, 2007

Corps des mines

O leitor brasileiro não polytechnicien provavelmente nunca ouviu falar nessa expressão. Aqui, no entanto, isso é la crème de la crème. A cada ano os 10 primeiros colocados da classificação daqui e uns gatos pingados de outros lugares com prestígio podem integrar esse tal "corpo", cuja função primária é formar profissionais para os altos postos do governo francês.

De mina mesmo só sobrou o nome, hoje em dia eles estão muito mais próximos das finanças e da indústria em geral. Como ex-membros famosos podemos citar Poincaré, Clapeyron, Jordan (da álgebra de Jordan, nao o Michael Jordan), CEOs de várias companhias, um presidente da República e uns quantos ministros.

Conto isso porque um dos caras do handball conseguiu ser aceito, com sobras (o maluco é o segundo colocado daqui, um monstro, uma das cabeças mais impressionantes que eu já vi). Não sei se ele vai seguir a "função publica" como eles dizem, se vai fazer pesquisa em física nuclear ou se vai pescar arenques na Noruega. Eu aposto que ele vai longe.

Na verdade não é exatamente uma aposta, é mais uma torcida. Já pensaram se ele vira presidente? "Sabem o M. Beley, esse que acabou de tomar posse no Elysée? Então, quando eu tinha meus 20 anos defendi uma bola dele à queima-roupa com minha narina esquerda. Enquanto o sangue começava a correr e meu time não percebia que alguém precisava me substituir, o lance seguiu até que eu finalmente espalmasse pra fora a tentativa de rebote. Sim, hoje ele é Chefe de Estado e eu estou aqui nesse fim de mundo contando minhas histôrias, mas naquele dia eu fiz a minha parte."

Além disso, uma vez ele arremessou para o gol sem que eu estivesse prestando atenção no lance. Só me lembro de ver a bola chegando em direção ao meu rosto e depois tudo ficou preto. No instante seguinte eu estava caído no chão com metade do time tentando me socorrer.

Esse moleque precisa ser presidente...Ele tem, pelo menos, pulso firme.

2 comentários:

A irmã disse...

E tem 10 dedos também!!! Cada país tem o presidente que merece. Boa narrativa... bela história.... pra ele!!!!! ;-)

Kalynka disse...

Excelente! Vou mostrar pra minha amiga franchuca daqui pra ver se impressiono, já que nossa moral está baixa aqui...